Pular para o conteúdo principal

Exército da Jordânia está pronto para enfrentar ameaças da Síria






Exército da Jordânia está pronto para enfrentar ameaças da Síria

 


16/6/2013 13:01
Por Redação, com Reuters - de Amã
A Jordânia é um dos vários países árabes que apóiam a oposição Síria
A Jordânia é um dos vários países árabes que apóiam a oposição Síria




O rei Abdullah, da Jordânia, disse neste domingo que as suas forças armadas estão prontas para proteger o país contra qualquer ameaça decorrente de uma escalada da guerra civil na vizinha Síria.
Ele fez o pronunciamento num momento em que forças dos Estados Unidos e da Jordânia realizavam exercícios militares a menos de 120 quilômetros da fronteira síria, dos quais tomaram parte outros 17 países.
Diplomatas dizem que essas manobras militares, agora na segunda semana, têm por objetivo enviar uma forte mensagem ao presidente da Síria, Bashar al-Assad, que alertou a Jordânia contra o uso de seu território como plataforma de lançamento de um ataque contra suas forças.
Segundo um porta-voz do Departamento de Defesa dos EUA (Pentágono), o secretário de Defesa, Chuck Hagel, aprovou um pedido jordaniano de que aviões norte-americanos F-16s e mísseis Patriot permaneçam no reino depois do encerramento dos exercícios.
- Se o mundo não ajuda como deveria, e se a questão se torna um problema para nosso país, estamos prontos a qualquer momento para tomar as medidas para proteger o país e os interesses de nosso povo – disse o rei Abdullah a cadetes militares em uma cerimônia de graduação, no Sul da Jordânia.
A cúpula militar jordaniana afirma que as manobras, lideradas pelos EUA, e das quais tomam parte mais de 3 mil soldados jordanianos e 4.500 norte-americanos, são cruciais na sua preparação militar para os próximos meses.
O rei saudou membros das forças armadas da Jordânia que ajudaram na operação humanitária de socorro a centenas de milhares de refugiados sírios em fuga de bombardeios em suas cidades e vilarejos.
De acordo com autoridades da ONU, a Jordânia acolheu mais de 500 mil sírios, de um total de 1,5 milhão que fugiu do conflito, em um êxodo que vem acelerando desde o início do ano. A previsão é que o número dobre até o fim do ano.
A Jordânia é um dos vários países árabes que apóiam a oposição Síria e enviaram armas a grupos rebeldes que lutam contra as forças de Assad, no Sul da Síria.
Assim como outros vizinhos da Síria, a Jordânia está cada vez mais preocupada com o risco de a guerra no país vizinho se transformar num conflito regional.
Os Estados Unidos, que há muito tempo pedem a renúncia de Assad, prometeram esta semana apoio militar aos rebeldes sírios, justificando a medida como consequência do uso de armas químicas pelas forças armadas da Síria – o que o governo de Assad nega.



Correio do Brasil

Postagens mais visitadas deste blog

SIMBAD E OS SETE MARES 1989 DUBLADO COMPLETO

Sinopse: Sinbad e seus companheiros de viagem voltavam felizes para casa quando se deparam com a cidade transformada em miséria e tristeza. Era tudo obra de um feiticeiro. Então Sinbad terá que derrotar sinistros vilões com sua curiosa tripulação em busca de gemas perdidas de Basra.




Elenco:
Lou Ferrigno ... Sinbad
John Steiner ... Jaffar
Roland Wybenga ... Alì
Ennio Girolami ... Viking
Hal Yamanouchi ... Samurai
Yehuda Efroni ... Ahmed
Alessandra Martines ... Alina
Teagan Clive ... Soukra
Leo Gullotta ... Nadir
Categoria Pessoas e blogs Licença Licença padrão do YouTube



Explicando os Cavaleiros templários e a maçonaria

Doença de Chagas - POR DR. DRAUZIO

Doença causada pelo protozoário parasita Trypanosoma cruzi que é transmitido pelas fezes de um inseto (triatoma) conhecido como barbeiro. O nome do parasita foi dado por seu descobridor, o cientista Carlos Chagas, em homenagem ao também cientista Oswaldo Cruz. Segundo os dados levantados pela Sucen, esse inseto de hábitos noturnos vive nas frestas das casas de pau-a-pique, ninhos de pássaros, tocas de animais, casca de troncos de árvores e embaixo de pedras.
Transmissão
A doença de Chagas não é transmitida ao ser humano diretamente pela picada do inseto, que se infecta com o parasita quando suga o sangue de um animal contaminado (gambás ou pequenos roedores). A transmissão ocorre quando a pessoa coça o local da picada e as fezes eliminadas pelo barbeiro penetram pelo orifício que ali deixou.
A transmissão pode também ocorrer por transfusão de sangue contaminado e durante a gravidez, da mãe para filho. No Brasil, foram registrados casos da infecção transmitida por via oral na…

Pastel de tapioca com recheio de camarão da chef Kátia Barbosa ASSUNTOS: Receitas com camarão Este conteúdo faz parte de uma seleção feita pelo GNT.

anote a receita do aconchego carioca Foto: Divulgação / Berg Silva Chama-se almofadinha a criação da chef Kátia Barbosa, do Aconchego Carioca, um pastel de tapioca com recheio de camarão.O petisco para servir numa recepção em casa ou para os amigos, pode ter outros recheios, mas sempre secos. O rendimento é de 70 pastéis pequenos. Tome nota:

Ingredientes:
500g de tapioca
500g de queijo coalho de boa qualidade ralado
1l de leite quente
10g de sal refinado
Pimenta-do-reino (a gosto)
Cebola (a gosto) para refogar os camarões
Tomate (a gosto) para refogar os camarões
Alho (a gosto) para refogar os camarões
1kg de camarão

Modo de preparo:
Para fazer a massa do pastel de tapioca, misture num recipiente a tapioca, o queijo coalho, o sal e a pimenta. Adicione o leite quente e misture sem parar até dar ponto de liga na massa. Deixe a massa descansar por duas 2 horas. Para abrir a massa, use luva de borracha ou rolo de plástico, pois ela gruda na mão e não de madeira.

Empanada de carne da chef Rachel Khoo

Pa…

Voce é muito importante para mim