Pular para o conteúdo principal

Adeus voto secreto e, em seguida, Renan!








Caros amigos,




Os protestos nas ruas estão vencendo. Da reversão do aumento das tarifas de ônibus e metrô ao fim da PEC 37, o momento está a nosso favor. Nossa próxima batalha é acabar com o voto secreto, que permitiu que uma pessoa como Renan Calheiros chegasse à Presidência do Senado. Temos poucos dias para manter esse movimento vivo e conseguir mais uma vitória -- participemos agora:
O Brasil está mudando. Não apenas vivemos a história, mas estamos também fazendo história. O que começou nas ruas está repercutindo agora nos corredores do poder. Revertemos o aumento das tarifas de transporte e barramos a PEC 37, que limitaria investigações contra a corrupção. Nós, o povo, estamos vencendo! O próximo desafio: acabar com o voto secreto.

Lembram quando Renan Calheiros foi eleito presidente do Senado pelos senadores, que em seguida mentiram e disseram que não votaram nele? Podemos agradecer ao voto secreto por isso. Quando os senadores não precisam declarar como votaram e não podem ser cobrados por seus votos, não há transparência. Mas os dias sem transparência estão acabando. Essa semana, o Congresso vai discutir o fim do voto secreto. Nesse momento, todos os parlamentares estão com medo dos protestos nas ruas. Se mostrarmos a eles que as manifestações exigem o fim do voto secreto, eles vão rapidamente nos ouvir para evitar serem removidos de seus cargos. Por isso, vamos aumentar o som das nossas vozes e enviar uma enxurrada de emails para os líderes partidários do Senado com uma clara exigência: queremos o voto aberto já!

Chegou a hora de o voto secreto acabar e de Renan Calheiros, levado à Presidência do Senado por esse sistema, sair do poder. Temos apenas alguns dias: vamos relembrar Brasília de que o povo está no poder:

http://www.avaaz.org/po/brazil_open_vote_fp_sam/?bIzodcb&v=26529

O regimento interno do Senado atualmente diz que algumas decisões dos parlamentares devem ser tomadas por meio de uma votação secreta! Mas não há espaço para discussão. Os brasileiros querem o voto aberto: em uma pesquisa telefônica feita pela Avaaz/IBOPE no início deste ano com cidadãos de todo o país, a maioria se disse contra essa prática desonesta. E com razão: Renan Calheiros, o nosso atual presidente do Senado, investigado pelo Supremo Tribunal Federal por corrupção, foi eleito por uma votação secreta. 53 senadores votaram nele, mas apenas 35 admitiram que votaram! Se vencermos esta causa agora, os nossos líderes nunca mais poderão esconder dos eleitores como eles votam motivados por acordos de bastidores.

Quando conquistarmos o voto aberto, vamos exigir que o último vestígio de um sistema corroído -- o próprio Renan -- se afaste do poder e permita o nascimento de um novo Senado.

Temos apenas algumas semanas até o Senado entrar em recesso. Neste momento, eles estão decidindo quais leis votarão nas próximas semanas. Por isso, vamos bombardear os líderes partidários do Senado com uma mensagem inequívoca: os brasileiros querem mandar para o ralo os segredos dos nossos políticos, começando por um voto aberto e democrático. Vamos telefonar, enviar e-mails e compartilhar essa campanha com todas as pessoas que conhecemos:

http://www.avaaz.org/po/brazil_open_vote_fp_sam/?bIzodcb&v=26529

A história está acontecendo rapidamente em nosso grande, diversificado, confuso e belo país. O trabalho de tornar o nosso país melhor e mais justo não vai ser fácil. Mas a comunidade da Avaaz aceitou grandes desafios em todo o mundo e contribui para vitórias de grande sucesso no Brasil, como a Ficha Limpa e a proteção aos índios Guarani-Kaiowá. Este é um momento incrível, em que caminhamos para um novo século e uma nova democracia juntos.

Com esperança e determinação,

Pedro, Diego, Carol, Nádia, Joseph, Ian, Ricken e toda a equipe da Avaaz

Postagens mais visitadas deste blog

SIMBAD E OS SETE MARES 1989 DUBLADO COMPLETO

Sinopse: Sinbad e seus companheiros de viagem voltavam felizes para casa quando se deparam com a cidade transformada em miséria e tristeza. Era tudo obra de um feiticeiro. Então Sinbad terá que derrotar sinistros vilões com sua curiosa tripulação em busca de gemas perdidas de Basra.




Elenco:
Lou Ferrigno ... Sinbad
John Steiner ... Jaffar
Roland Wybenga ... Alì
Ennio Girolami ... Viking
Hal Yamanouchi ... Samurai
Yehuda Efroni ... Ahmed
Alessandra Martines ... Alina
Teagan Clive ... Soukra
Leo Gullotta ... Nadir
Categoria Pessoas e blogs Licença Licença padrão do YouTube



Explicando os Cavaleiros templários e a maçonaria

Doença de Chagas - POR DR. DRAUZIO

Doença causada pelo protozoário parasita Trypanosoma cruzi que é transmitido pelas fezes de um inseto (triatoma) conhecido como barbeiro. O nome do parasita foi dado por seu descobridor, o cientista Carlos Chagas, em homenagem ao também cientista Oswaldo Cruz. Segundo os dados levantados pela Sucen, esse inseto de hábitos noturnos vive nas frestas das casas de pau-a-pique, ninhos de pássaros, tocas de animais, casca de troncos de árvores e embaixo de pedras.
Transmissão
A doença de Chagas não é transmitida ao ser humano diretamente pela picada do inseto, que se infecta com o parasita quando suga o sangue de um animal contaminado (gambás ou pequenos roedores). A transmissão ocorre quando a pessoa coça o local da picada e as fezes eliminadas pelo barbeiro penetram pelo orifício que ali deixou.
A transmissão pode também ocorrer por transfusão de sangue contaminado e durante a gravidez, da mãe para filho. No Brasil, foram registrados casos da infecção transmitida por via oral na…

Voce é muito importante para mim

Pastel de tapioca com recheio de camarão da chef Kátia Barbosa ASSUNTOS: Receitas com camarão Este conteúdo faz parte de uma seleção feita pelo GNT.

anote a receita do aconchego carioca Foto: Divulgação / Berg Silva Chama-se almofadinha a criação da chef Kátia Barbosa, do Aconchego Carioca, um pastel de tapioca com recheio de camarão.O petisco para servir numa recepção em casa ou para os amigos, pode ter outros recheios, mas sempre secos. O rendimento é de 70 pastéis pequenos. Tome nota:

Ingredientes:
500g de tapioca
500g de queijo coalho de boa qualidade ralado
1l de leite quente
10g de sal refinado
Pimenta-do-reino (a gosto)
Cebola (a gosto) para refogar os camarões
Tomate (a gosto) para refogar os camarões
Alho (a gosto) para refogar os camarões
1kg de camarão

Modo de preparo:
Para fazer a massa do pastel de tapioca, misture num recipiente a tapioca, o queijo coalho, o sal e a pimenta. Adicione o leite quente e misture sem parar até dar ponto de liga na massa. Deixe a massa descansar por duas 2 horas. Para abrir a massa, use luva de borracha ou rolo de plástico, pois ela gruda na mão e não de madeira.

Empanada de carne da chef Rachel Khoo

Pa…