Pular para o conteúdo principal

Policiais fazem a reconstituição do caso Amarildo






A reconstituição do desaparecimento do ajudante de pedreiro Amarildo de Souza, ocorrido em 14 de julho, na Rocinha, Zona Sul do Rio, terminou nesta segunda-feira, após mais de 16 horas. Esta já é considerada uma das maiores reconstituições já feitas pela Polícia Civil, segundo informou a assessoria da corporação. Amarildo sumiu após ser abordado por policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade, em 14 de julho.
A família de Amarildo não foi chamada para participar da reconstituição, segundo informou Rejane Maria Dias, sobrinha de Amarildo. De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, no entanto, a família de Amarildo foi convidada, mas não compareceu para participar da reconstituição.
- Não vai resolver nada, porque eles tiraram o corpo do meu tio daqui. Nunca vão achar o corpo dele, porque o policial militar Vidal tirou da comunidade. Espero que agora deem um atestado de óbito para a mulher dele. Quando ele sumiu estava com todos os documentos. A mulher dele não ficou com os documentos – disse Rejane.
- Divisão de Homicídios não achava conveniente trazer a família. Eles já nos ajudaram – limitou-se a dizer o delegado Rivaldo Barbosa, titular da DH, que está à frente das investigações, sobre a não convocação dos parentes de Amarildo para a reconstituição. “Respeito o posicionamento dos familiares. São pessoas que estão com o coração dolorido”.
Ainda de acordo com Rivaldo, o trabalho está sendo esclarecedor. “A reconstituição trouxe vários esclarecimentos e a gente deu um bom passo na investigação. Estamos colocando as pessoas nos seus lugares, pegando seus depoimentos e confrontamdo com o que já foi dito”, completou.
Agentes da Polícia Civil, os 13 PMs da UPP da Rocinha, além do Ministério Público, refizeram todo o trajeto desde a primeira abordagem dos policiais da UPP ao ajudante de pedreiro. De acordo com informações do portal G1.
No dia  29, o Ministério Público do Rio de Janeiro encaminhou representação para uma proposta de ação civil pública, pedindo a expulsão imediata de cinco policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha, comunidade na Zona Sul do Rio, incluindo o comandante, o major Edson Raimundo dos Santos.
O advogado criminalista Marcus Espínola, que faz a defesa de Douglas Vital Machado, diz que seu cliente não foi citado ainda pelas acusações de Ministério Público, e que por isso a defesa não pode se pronunciar sobre o caso.
Antes do pedido do MP, a Polícia Militar já havia anunciado a troca do comando da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha, na quarta-feira (28). O major Edson Santos, comanda a unidade desde que ela foi inaugurada, em setembro do ano passado.
A decisão foi tomada pelo coronel Frederico Caldas durante uma reunião com todos os comandantes das unidades pacificadoras, como informou o RJTV. Além da UPP da Rocinha haverá mudanças em outras unidades, mas ele não disse quais são elas. A assessoria da PM disse que o coronel Caldas ainda vai escolher os novos comandantes, tanto da Rocinha quanto das outras unidades.


Os comentários às matérias e artigos aqui publicados não são de responsabilidade do Correio do Brasil nem refletem a opinião do jornal.

Postagens mais visitadas deste blog

SIMBAD E OS SETE MARES 1989 DUBLADO COMPLETO

Sinopse: Sinbad e seus companheiros de viagem voltavam felizes para casa quando se deparam com a cidade transformada em miséria e tristeza. Era tudo obra de um feiticeiro. Então Sinbad terá que derrotar sinistros vilões com sua curiosa tripulação em busca de gemas perdidas de Basra.




Elenco:
Lou Ferrigno ... Sinbad
John Steiner ... Jaffar
Roland Wybenga ... Alì
Ennio Girolami ... Viking
Hal Yamanouchi ... Samurai
Yehuda Efroni ... Ahmed
Alessandra Martines ... Alina
Teagan Clive ... Soukra
Leo Gullotta ... Nadir
Categoria Pessoas e blogs Licença Licença padrão do YouTube



Explicando os Cavaleiros templários e a maçonaria

Doença de Chagas - POR DR. DRAUZIO

Doença causada pelo protozoário parasita Trypanosoma cruzi que é transmitido pelas fezes de um inseto (triatoma) conhecido como barbeiro. O nome do parasita foi dado por seu descobridor, o cientista Carlos Chagas, em homenagem ao também cientista Oswaldo Cruz. Segundo os dados levantados pela Sucen, esse inseto de hábitos noturnos vive nas frestas das casas de pau-a-pique, ninhos de pássaros, tocas de animais, casca de troncos de árvores e embaixo de pedras.
Transmissão
A doença de Chagas não é transmitida ao ser humano diretamente pela picada do inseto, que se infecta com o parasita quando suga o sangue de um animal contaminado (gambás ou pequenos roedores). A transmissão ocorre quando a pessoa coça o local da picada e as fezes eliminadas pelo barbeiro penetram pelo orifício que ali deixou.
A transmissão pode também ocorrer por transfusão de sangue contaminado e durante a gravidez, da mãe para filho. No Brasil, foram registrados casos da infecção transmitida por via oral na…

Voce é muito importante para mim

Pastel de tapioca com recheio de camarão da chef Kátia Barbosa ASSUNTOS: Receitas com camarão Este conteúdo faz parte de uma seleção feita pelo GNT.

anote a receita do aconchego carioca Foto: Divulgação / Berg Silva Chama-se almofadinha a criação da chef Kátia Barbosa, do Aconchego Carioca, um pastel de tapioca com recheio de camarão.O petisco para servir numa recepção em casa ou para os amigos, pode ter outros recheios, mas sempre secos. O rendimento é de 70 pastéis pequenos. Tome nota:

Ingredientes:
500g de tapioca
500g de queijo coalho de boa qualidade ralado
1l de leite quente
10g de sal refinado
Pimenta-do-reino (a gosto)
Cebola (a gosto) para refogar os camarões
Tomate (a gosto) para refogar os camarões
Alho (a gosto) para refogar os camarões
1kg de camarão

Modo de preparo:
Para fazer a massa do pastel de tapioca, misture num recipiente a tapioca, o queijo coalho, o sal e a pimenta. Adicione o leite quente e misture sem parar até dar ponto de liga na massa. Deixe a massa descansar por duas 2 horas. Para abrir a massa, use luva de borracha ou rolo de plástico, pois ela gruda na mão e não de madeira.

Empanada de carne da chef Rachel Khoo

Pa…