Pular para o conteúdo principal

Papa Francisco anuncia 19 novos cardeais


O papa Francisco anunciou neste domingo que nomeará 19 novos cardeais no próximo mês, entre eles o arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta. Essa é a primeira lista de nomeação de cardeais do papa. Entre os nomeados, 16 têm menos de 80 anos e são “cardeais eleitores”, o que significa que poderiam participar de um conclave. Os outros três assumem na condição de cardeais eméritos.
Além do brasileiro, o papa Francisco escolheu cardeais da Itália, Alemanha, Grã-Bretanha, Nicarágua, Canadá, Costa do Marfim, Argentina, Coréia do Sul, Chile, Burkina Faso, Filipinas, Haiti, Espanha e Santa Lúcia.
Novos cardeais dá ênfase aos pobres
O papa Francisco colocou sua primeira marca em grupo do topo da hierarquia católica romana, neste domingo, nomeando 19 novos cardeais de várias partes do mundo. Dezesseis deles são “cardeais eleitores” com menos de 80 anos, aptos a participar de um conclave para eleger um papa.
Eles vêm de Itália, Alemanha, Grã-Bretanha, Nicarágua, Canadá, Costa do Marfim, Brasil, Argentina, Coreia do Sul, Chile, Burkina Faso, Filipinas e Haiti.
Metade deles são não-europeus, indicando a importância que Francisco atribui ao mundo em desenvolvimento.
Francisco é o primeiro papa latino-americano e o primeiro pontífice não-europeu em cerca de 1.300 anos.
Os cardeais são conselheiros mais próximos do papa no Vaticano e em todo o mundo. Além de serem os líderes da Igreja em seus países de origem, aqueles que não são baseados no Vaticano são membros de comitês-chave em Roma que decidem as políticas que podem afetar a vida de 1,2 bilhão de católicos romanos.
Os novos cardeais eleitores têm de 55 a 74 anos. Da América Latina foram escolhidos o arcebispo Aurelio Poli, 66, o sucessor de Francisco na capital argentina, e os arcebispos de Manágua, na Nicarágua, do Rio de Janeiro, e de Santiago, no Chile.
Dois são da África os arcebispos de Ouagadougou, em Burkina Faso, e Abidjan, na Costa do Marfim.
Da Ásia foram escolhidos os arcebispos de Seul, na Coreia do Sul, e Cotabato, nas Filipinas.
O arcebispo Chibly Langlois, 55 anos, é de Les Cayes, no Haiti, o país mais pobre do Hemisfério Ocidental, onde, de acordo com o Banco Mundial, cerca de 80%  da população rural vive em extrema pobreza.
As Filipinas, Nicarágua, Costa do Marfim e Brasil também têm altas taxas de pobreza.
Uma igreja pobre
O papa, que fez o anúncio a dezenas de milhares de pessoas na Praça de São Pedro durante sua bênção domingo, disse muitas vezes desde a sua eleição em 13 de março que ele quer uma igreja que “é pobre e para os pobres”.
Apenas quatro dos cardeais eleitores são funcionários do Vaticano, o principal deles o arcebispo italiano Pietro Parolin, 58, novo secretário de Estado de Francisco, e o arcebispo Gerhard Mueller, 66, o chefe alemão da congregação doutrinal do Vaticano.
O eleitor europeu mais proeminente de fora da Itália é o arcebispo Vincent Nichols, 68, de Westminster, em Londres, e o principal elo de ligação entre o catolicismo e a Igreja Anglicana.
Os três que têm 80 anos ou mais irão assumir como cardeais eméritos como um sinal de gratidão por seu trabalho para a Igreja Católica e não serão capazes de entrar em um conclave. Eles vêm de Espanha, Itália e na ilha caribenha de Santa Lúcia. Incluem arcebispo Loris Capovilla, 98, que foi secretário do papa João 23, o papa que chamou o Concílio Vaticano II.
A cerimônia para elevar os novos cardeais, conhecida como um consistório, será realizada em 22 de fevereiro, disse o papa.
A lei da Igreja coloca um limite de 120 ao número de cardeais eleitores. Após o consistório, a Igreja terá 122 por alguns meses até dois prelados atingirem 80 anos.
Sessenta e um dos 122 são da Europa. Mas a Ásia e a África terão cada um mais dois cardeais eleitores do que tiveram no conclave que elegeu Francisco em março passado..

 Os comentários às matérias e artigos aqui publicados não são de responsabilidade do Correio do Brasil nem refletem a opinião do jornal.

Postagens mais visitadas deste blog

SIMBAD E OS SETE MARES 1989 DUBLADO COMPLETO

Sinopse: Sinbad e seus companheiros de viagem voltavam felizes para casa quando se deparam com a cidade transformada em miséria e tristeza. Era tudo obra de um feiticeiro. Então Sinbad terá que derrotar sinistros vilões com sua curiosa tripulação em busca de gemas perdidas de Basra.




Elenco:
Lou Ferrigno ... Sinbad
John Steiner ... Jaffar
Roland Wybenga ... Alì
Ennio Girolami ... Viking
Hal Yamanouchi ... Samurai
Yehuda Efroni ... Ahmed
Alessandra Martines ... Alina
Teagan Clive ... Soukra
Leo Gullotta ... Nadir
Categoria Pessoas e blogs Licença Licença padrão do YouTube



Explicando os Cavaleiros templários e a maçonaria

Doença de Chagas - POR DR. DRAUZIO

Doença causada pelo protozoário parasita Trypanosoma cruzi que é transmitido pelas fezes de um inseto (triatoma) conhecido como barbeiro. O nome do parasita foi dado por seu descobridor, o cientista Carlos Chagas, em homenagem ao também cientista Oswaldo Cruz. Segundo os dados levantados pela Sucen, esse inseto de hábitos noturnos vive nas frestas das casas de pau-a-pique, ninhos de pássaros, tocas de animais, casca de troncos de árvores e embaixo de pedras.
Transmissão
A doença de Chagas não é transmitida ao ser humano diretamente pela picada do inseto, que se infecta com o parasita quando suga o sangue de um animal contaminado (gambás ou pequenos roedores). A transmissão ocorre quando a pessoa coça o local da picada e as fezes eliminadas pelo barbeiro penetram pelo orifício que ali deixou.
A transmissão pode também ocorrer por transfusão de sangue contaminado e durante a gravidez, da mãe para filho. No Brasil, foram registrados casos da infecção transmitida por via oral na…

Pastel de tapioca com recheio de camarão da chef Kátia Barbosa ASSUNTOS: Receitas com camarão Este conteúdo faz parte de uma seleção feita pelo GNT.

anote a receita do aconchego carioca Foto: Divulgação / Berg Silva Chama-se almofadinha a criação da chef Kátia Barbosa, do Aconchego Carioca, um pastel de tapioca com recheio de camarão.O petisco para servir numa recepção em casa ou para os amigos, pode ter outros recheios, mas sempre secos. O rendimento é de 70 pastéis pequenos. Tome nota:

Ingredientes:
500g de tapioca
500g de queijo coalho de boa qualidade ralado
1l de leite quente
10g de sal refinado
Pimenta-do-reino (a gosto)
Cebola (a gosto) para refogar os camarões
Tomate (a gosto) para refogar os camarões
Alho (a gosto) para refogar os camarões
1kg de camarão

Modo de preparo:
Para fazer a massa do pastel de tapioca, misture num recipiente a tapioca, o queijo coalho, o sal e a pimenta. Adicione o leite quente e misture sem parar até dar ponto de liga na massa. Deixe a massa descansar por duas 2 horas. Para abrir a massa, use luva de borracha ou rolo de plástico, pois ela gruda na mão e não de madeira.

Empanada de carne da chef Rachel Khoo

Pa…

Voce é muito importante para mim