Pular para o conteúdo principal

Shoppings e Polícia Militar reprimem ‘rolezinhos’ em São Paulo





Dois shoppings nas Zonas Sul e Leste de São Paulo reprimiram, com a ajuda da Polícia Militar, encontros de jovens da periferia marcados pela internet, conhecidos como “rolezinhos”. No shopping Itaquera, Zona Leste, a PM chegou a usar bombas de gás e balas de borracha contra os garotos na rampa que liga o metrô ao centro de compras. A repressão também ocorreu no terminal de ônibus que fica ali. Havia entre mil e 3 mil jovens nessa manifestação.
Duas pessoas que teriam participado de depredações a lojas do terminal foram detidas e levadas à delegacia da região.
Os lojistas baixaram as portas, mas não houve furtos ou roubos, segundo a assessoria de imprensa do shopping.
Os jovens que conseguiram entrar no shopping, cantando músicas e andando em grupos, foram recebidos pela PM a golpes de cassetete
O shopping foi fechado e apenas a entrada de pessoas identificadas como não participantes do “rolezinho” foi permitida pela polícia.
Campo Limpo
Na Zonal Sul, outro grupo com centenas de jovens se concentrou em frente ao Shopping Campo Limpo.
Nos três acessos ao centro, seguranças particulares e policiais militares determinavam quem podia e quem não podia entrar.
Cincos policiais da Força Tática do Policia Militar do Estado de São Paulo faziam uma ronda pelo interior do Shopping. Andavam de pelos corredores, olhando para dentro das lojas e encarando qualquer adolescente que tivesse alguma característica dos jovens que foram barrados e estavam do lado de fora.
Em uma das portas principais, que fica na Estrada do Campo Limpo, para alguns adolescentes, pediam o RG para liberar a entrada, para outros só com os pais.
As três entradas estavam tomadas por adolescentes. Na parte do estacionamento, alguns meninos começaram a subir na grade para pular para dentro. A gritaria chamou a atenção dos seguranças que foram em direção ao local. Os adolescentes pararam de pular. Alguns conseguiram entrar.
Os seguranças começaram a empurrá-los para irem embora. Um menino tomou um tapa na cabeça. “Seus vermes, não bate neles não, covardes”, gritavam os demais adolescentes do lado de fora. O menino que estava do lado de dentro, encarou os seguranças, eles começaram agredi-lo. De fora, todo mundo começou a gritar, até que os seguranças pararam e adolescente foi escoltado pelo publico até a saída.
Os comentários às matérias e artigos aqui publicados não são de responsabilidade do Correio do Brasil nem refletem a opinião do jornal. 

Postagens mais visitadas deste blog

SIMBAD E OS SETE MARES 1989 DUBLADO COMPLETO

Sinopse: Sinbad e seus companheiros de viagem voltavam felizes para casa quando se deparam com a cidade transformada em miséria e tristeza. Era tudo obra de um feiticeiro. Então Sinbad terá que derrotar sinistros vilões com sua curiosa tripulação em busca de gemas perdidas de Basra.




Elenco:
Lou Ferrigno ... Sinbad
John Steiner ... Jaffar
Roland Wybenga ... Alì
Ennio Girolami ... Viking
Hal Yamanouchi ... Samurai
Yehuda Efroni ... Ahmed
Alessandra Martines ... Alina
Teagan Clive ... Soukra
Leo Gullotta ... Nadir
Categoria Pessoas e blogs Licença Licença padrão do YouTube



Explicando os Cavaleiros templários e a maçonaria

Doença de Chagas - POR DR. DRAUZIO

Doença causada pelo protozoário parasita Trypanosoma cruzi que é transmitido pelas fezes de um inseto (triatoma) conhecido como barbeiro. O nome do parasita foi dado por seu descobridor, o cientista Carlos Chagas, em homenagem ao também cientista Oswaldo Cruz. Segundo os dados levantados pela Sucen, esse inseto de hábitos noturnos vive nas frestas das casas de pau-a-pique, ninhos de pássaros, tocas de animais, casca de troncos de árvores e embaixo de pedras.
Transmissão
A doença de Chagas não é transmitida ao ser humano diretamente pela picada do inseto, que se infecta com o parasita quando suga o sangue de um animal contaminado (gambás ou pequenos roedores). A transmissão ocorre quando a pessoa coça o local da picada e as fezes eliminadas pelo barbeiro penetram pelo orifício que ali deixou.
A transmissão pode também ocorrer por transfusão de sangue contaminado e durante a gravidez, da mãe para filho. No Brasil, foram registrados casos da infecção transmitida por via oral na…

Voce é muito importante para mim

Pastel de tapioca com recheio de camarão da chef Kátia Barbosa ASSUNTOS: Receitas com camarão Este conteúdo faz parte de uma seleção feita pelo GNT.

anote a receita do aconchego carioca Foto: Divulgação / Berg Silva Chama-se almofadinha a criação da chef Kátia Barbosa, do Aconchego Carioca, um pastel de tapioca com recheio de camarão.O petisco para servir numa recepção em casa ou para os amigos, pode ter outros recheios, mas sempre secos. O rendimento é de 70 pastéis pequenos. Tome nota:

Ingredientes:
500g de tapioca
500g de queijo coalho de boa qualidade ralado
1l de leite quente
10g de sal refinado
Pimenta-do-reino (a gosto)
Cebola (a gosto) para refogar os camarões
Tomate (a gosto) para refogar os camarões
Alho (a gosto) para refogar os camarões
1kg de camarão

Modo de preparo:
Para fazer a massa do pastel de tapioca, misture num recipiente a tapioca, o queijo coalho, o sal e a pimenta. Adicione o leite quente e misture sem parar até dar ponto de liga na massa. Deixe a massa descansar por duas 2 horas. Para abrir a massa, use luva de borracha ou rolo de plástico, pois ela gruda na mão e não de madeira.

Empanada de carne da chef Rachel Khoo

Pa…